Páginas

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Pílula Antifome Natural

A Hoodia Gordonii faz mesmo o desejo louco por doce desaparecer? Ela funciona para todo mundo? A gente responde essas e outras dúvidas sobre a planta que pode facilitar (muito!) a perda de peso.


Entenda como funciona a pílula

Washington, Estados Unidos. Junho de 2006. Dez mil médicos do mundo inteiro reunidos para discutir o que há de mais eficiente no controle do consumo de açúcar no Congresso Americano de Diabetes. Enquanto as pesquisas de vanguarda eram discutidas nos auditórios, nos corredores não se falava de outra coisa: a Hoodia gordonii.

Pode? Uma planta que tem gordonii no nome é sucesso absoluto entre os americanos preocupados em emagrecer. BOA FORMA já deu essa boa notícia, mas se você está chegando agora e nunca ouviu falar do assunto, sossegue: aqui, respondemos as dúvidas sobre a hoodia, uma espécie de cacto de origem sul-africana e de uso milenar – tribos do deserto de Kalahari consumiam a planta para enganar a fome nas longas jornadas de caça.

Em outros países, o alvoroço em torno da hoodia começou a partir de um estudo inglês com obesos, mostrando que duas cápsulas com o extrato da planta – uma antes do almoço e outra antes do jantar – deixam você satisfeita com porções até 40% menores. Apesar das pesquisas não terem avançado nos últimos meses, muitos profissionais usam a substância como coadjuvante na perda de peso. Os resultados no consultório são animadores: “A hoodia corta a fome exagerada e a vontade de beliscar o dia todo”, comemora a médica ortomolecular Tamara Mazaracki, do Espaço Médico, no Rio de Janeiro.

Mas é o poder de acabar com a vontade voraz de doce que mais tem seduzido as brasileiras. Mesmo aquelas que resistem aos remédios convencionais para emagrecer estão se rendendo à pílula por ser natural, não causar dependência ou qualquer tipo de efeito colateral.

“O desejo de açúcar diminui muito, mas não desaparece como num passe de mágica”, faz questão de lembrar a endocrinologista e homeopata Márcia Kelman, da Clínica Biodiet, em São Paulo. Ou seja, você tem de fazer a sua parte e botar na cabeça que, com a ajuda da hoodia, vai ficar mais fácil fazer aquela dieta que parecia difícil demais. “Ela é uma excelente aliada para mudar alguns hábitos à mesa”, complementa Tamara.

E se não surtir efeito? Esse risco existe, mas a probabilidade de falhar é pequena. “Para 15 a 20% das pacientes, a pílula não funciona”, diz Tamara. Mas você pode avaliar o efeito já no segundo ou terceiro dia.

Tire suas dúvidas - parte 1

Tomar ou não tomar? Decida-se depois de conhecer a planta na intimidade. Aqui, os especialistas respondem todas as dúvidas:

O que faz a hoodia tirar a vontade de doce?
O segredo está no princípio ativo, o P57, que dá à planta o poder de inibir o apetite. Ela age na região do hipotálamo – centro da fome e da saciedade – liberando um componente químico similar à glicose, só que 10 mil vezes mais potente e sem caloria. “A hoodia ‘engana’ o cérebro – ele entende que tem glicose suficiente no sangue, reduzindo o apetite especialmente por doces”, explica o endocrinoligista Filippo Pedrinola, da Clínica Filippo Pedrinola, em São Paulo.

Qual é a dosagem correta?
Depende do seu peso, altura e do quanto você é fissurada por doce. “No começo do tratamento, indico aos meus pacientes cápsulas com uma concentração de 350 miligramas, duas vezes ao dia. Algumas pessoas podem precisar de doses maiores – até 800 miligramas –, o que só um profissional pode avaliar”, diz a médica ortomolecular e nutróloga Tamara Mazaracki, do Espaço Médico, no Rio de Janeiro.

A hoodia tirou a vontade da minha amiga comer doce. Para mim, não fez o mínimo efeito. É normal?
Sim. As pessoas têm sensibilidade diferente para uma mesma substância e você pode ser mais resistente à hoodia que sua amiga. Qual a dosagem certa para você? Só um profissional pode avaliar e indicar.

É aprovada pela Anvisa?
“Como não se trata de um medicamento, e sim de uma substância natural, a importação da hoodia (na forma de extrato seco) é liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”, afirma Edmundo Machado, técnico da gerência de fitoterápicos da Anvisa. Pelo mesmo motivo, apenas as farmácias de manipulação podem preparar a pílula na concentração recomendada por um profissional habilitado.

Quais são os especialistas que podem indicar a hoodia?
Endocrinologista e clínico geral, diz Márcia.

Posso tomar a hoodia a vida inteira?
Não. “Recomendo a hoodia por no máximo seis meses – período considerado suficiente para você fazer mudanças positivas na alimentação e incorporá-las para sempre na dieta”, diz Tamara. Na fase de manutenção, a pílula pode ser usada no período pré-menstrual, quando as alterações hormonais podem despertar o desejo de doce, especialmente chocolate.

Tire suas dúvidas - parte 2

Faz mal misturar a hoodia com outras substâncias naturais antifome?
Não. “Uso a hoodia com cáscara-sagrada (melhora o ritmo do intestino) e chá verde (antioxidante e desintoxicante), por exemplo”, conta a endocrinologista e homeopata Márcia Kelman, da Clínica Biodiet, em São Paulo. O ideal é que as substâncias (no máximo três) usadas na fórmula tenham ações complementares.

Quantas cápsulas por dia posso tomar?
Duas, uma hora antes do almoço e do jantar. “O apetite começa a diminuir 30 minutos após a hoodia ser ingerida, atingindo o pico em uma hora. Mas isso pode variar de mulher para mulher”, conta Filippo.

A hoodia tira o sono e aumenta o desejo sexual?
No início, a hoodia pode aumentar o pique. Mas não espanta o sono como a cafeína. “Para as mulheres que têm o hábito de atacar a geladeira na madrugada, prescrevo a pílula também antes de deitar. E elas dormem felizes a noite toda”, conta Tamara. Algumas dizem que a hoodia intensifica a libido, mas não há nenhuma comprovação científica.

Controlei os doces só por dois meses. Por quê?
Em geral, depois de um período longo sem comer açúcar, o corpo se reeduca e a vontade de comer doce desaparece ou se torna mínima. Se no seu caso a vontade voltou, ela pode estar ligada a stress emocional ou falta de minerais.

As pílulas vendidas na internet são confiáveis? 
É bom não arriscar. “Os produtos vendidos na internet nem sempre têm o aval da Anvisa e, como são fórmulas prontas, podem camuflar anfetamina ou outras substâncias químicas na composição”, alerta Edmundo. Existe ainda o risco de você comprar uma pílula sem o princípio ativo da hoodia.

Pode ser combinada a outros remédios?
Não há reação cruzada conhecida até o momento. “Mas evito recomendar o consumo simultâneo com inibidores de apetite químicos”, diz Filippo. Ele também não indica a hoodia para quem está tomando antibiótico, antidepressivo ou antiinflamatório, assim como gestantes e mães no aleitamento.

A hoodia causa dependência?
Não há relatos de que ela tenha esse poder. Nos Estados Unidos, é vendida livremente como suplemento alimentar.

Quem usou conta o que achou

”Enxuguei 15 quilos com a ajuda da hoodia. Ela tirou minha compulsão absurda a bolo ou qualquer outro doce que estivesse ao alcance no meio da tarde. Nas refeições, também estou comendo menos. O incrível é que a pílula, diferentemente dos inibidores de apetite normais, não provoca desconforto. Pelo contrário, desde que comecei a usá-la, há três meses, estou com mais pique.”

Fonte; Boa Forma
Daniele Martins Rodrigues, 29 anos, publicitária

”Compulsão a chocolate e retenção de líquido. Essa dupla sempre me perseguiu e, nos últimos tempos, pesou demais na balança. Minha nutricionista sugeriu que eu tomasse a hoodia e só topei por ser natural. De cara, dei uma boa desinchada e meu apetite por doce ficou menor. Em um mês emagreci 3 quilos. Nos momentos de ansiedade ainda bate o desejo de chocolate, mas consigo parar no primeiro bombom.”
Flávia Guarnieri, 30 anos, jornalista

”Boca seca, agitação... Sei muito bem o que os inibidores de apetite provocam. Com a hoodia não sinto nada disso. E a vontade de comer bolo e brigadeiro desaparece de verdade – agora não faço questão de doce nem na sobremesa. Também ficou mais fácil maneirar no pão e no macarrão. Evito subir na balança, mas sei que estou mais magra por causa dos comentários e das roupas largas – passei do manequim 42 para o 40 em um mês. Um sucesso!”
Leila Paula Lopes, 26 anos, cabeleireira

”Sempre me recusei a tomar remédio para emagrecer. Mas meu endocrinologista garantiu que a hoodia era natural e não provocava efeitos colaterais. Adorei! Em um mês, perdi quase 2 quilos (o suficiente para secar os pneuzinhos) sem ficar irritada ou com fome. A única coisa que a hoodia mudou foi minha vontade louca de chocolate no final da tarde. Claro que quando fico frente a frente com o danado a vontade reaparece, mas dá para controlar numa boa. Nas férias, suspendi a pílula e, ainda assim, resisti bem aos bombons.”
Rosângela Dorazio, 43 anos, artista plástica

1 comentários:

Khenberly disse...

florrrrr
que importante essa postagem me tirou duvidas
bezossssssssssssssssss

Postar um comentário